Menú Mobile Fechar Menú Mobile
Anterior Voltar

Evolução Anual de Insolvências e PER's em Portugal


Evolução Anual de Insolvências e PER's em Portugal

 

 

 

Observatório Infotrust disponibiliza a evolução anual do número de Insolvências, PER’s e PEAP’s  registados em território nacional em 2018 com comparativos com o exato período homólogo. Contempla, ainda, informação comparativa num intervalo de 5 anos, com critérios geográficos e referentes aos setores de atividade.

 

 

 

 

 

Insolvências de empresas continuam em linha descendente

Em 2018 verificou-se um decréscimo nas insolvências, com 2.420 empresas insolventes, menos 296 (- 12,2%) em relação ao mesmo período de 2017.  

 

Esta é uma clara tendência desde 2014 e em 5 anos, os percentuais  desceram mais 47%. Este fenómeno poderá estar relacionado com o  fato da economia se encontrar numa fase de retoma.

 

Em termos geográficos, Porto, Lisboa e Braga lideram as zonas do  país onde  mais processos de insolvência foram registados nos  Tribunais Comerciais. No entanto, Lisboa (de todos os Distritos) foi o  que registou o maior decréscimo relativamente ao ano anterior(- 26%).  Os Distritos do Interior:  Bragança, Beja e Guarda não  acompanharam esta tendência de redução, apresentando aumentos  de 75%, 30% e 22% respetivamente.

 

No que concerne aos setores mais afetados são as Indústrias Transformadoras, Comércio e Retalho, Serviços e Construção, verificando-se, ainda assim, uma melhoria relativamente ao ano anterior (exceto nas Indústrias, onde se registou um ligeiro aumento).

 

Em relação às Insolvências Particulares a tendência nos últimos 5 anos também é de descida e, especificamente este ano de 2018, apresenta um decréscimo de 8% relativamente ao período homólogo.

 

 

Processos Especiais de Revitalização também em queda.

O Observatório Infotrust  demonstra que no ano transato, 324 empresas solicitaram a integração no Processo Especial de Revitalização (PER), menos 32,5% que em 2017, mantendo também este indicador, a tendência de decréscimo. Também no âmbito dos PER, o maior número de solicitações corresponde aos setores com mais pedidos de insolvência, nomeadamente a Construção (178 empresas em PER), Industrias Transformadoras (171), Comércio a Retalho (126) e Serviços (104).

Eventualmente o momento mais positivo da economia nacional, justifique esta tendência generalizada de melhoria e crescimento destes indicadores.

Para este estudo são consideradas as entidades com processos judiciais no período indicado, com publicação no portal Citius do Ministério da Justiça.

 

DESCARREGAR O ESTUDO

Janeiro 2019